Saiba como administrar bem seu restaurante


Administrar um restaurante não é uma tarefa fácil ou simples. No entanto, os desafios desta função servem diariamente como um rico aprendizado no que diz respeito a gestão de negócio e gestão de pessoas.

 

 

Administrar um restaurante é um investimento de sucesso

 

De acordo com dados da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), 1, 2 milhão, essa é a quantidade de restaurantes existentes no Brasil. Juntos, são responsáveis por empregar mais de 6 milhões de pessoas e movimentam aproximadamente 73 bilhões de reais anualmente.

Do menor vilarejo à maior metrópole, existem restaurantes em todas as cidades do Brasil, movimentando a economia, gerando empregos e valorizando a gastronomia nacional, rica em diversidade.

Você que optou por administrar um restaurante certamente fez um bom negócio. No entanto, para garantir bons resultados e obter uma lucratividade crescente, é preciso aperfeiçoar constantemente as práticas de gestão.

Listamos 7 dicas úteis que certamente poderão lhe auxiliar de verdade a administrar seu restaurante.

 

 

1 – Coloque todo o seu investimento na conta

 

Administrar um restaurante é manter a visão no todo. No que diz respeito à gestão financeira do negócio, é bom lembrar que o que foi e ainda é gasto de investimento devem entrar como parte dos custos.

Quando você calcula a sua margem de lucro, o que costuma computar como despesa?

Se ao responder essa questão, você pensou em quesitos como mão de obra, matéria-prima, embalagens, no entanto não considerou o valor do investimento inicial, cuidado: esse modo de avaliar não está correto.

O investimento inicial precisa ser considerado dentro da perspectiva de retorno de lucro.

 

 

2 – É bom saber que custo se mede diariamente

 

A periodicidade da medição dos custos pode até variar de um segmento para outro, porém, quando se trata de administrar restaurantes, o ideal é que isso seja feito diariamente.

3 motivos para fazer a mensuração diária dos custos:

1 – Evitar o desperdício:

A rotina de um restaurante é marcada por contratempos típicos, como a necessidade de jogar produtos fora. Registrar esse tipo de prejuízo é importante para um levantamento de custos, bem como para a criação de novas práticas capazes de diminuir tais desperdícios.

 

2 – Gestão de pessoas:

O pagamento de hora extra ou a falta de um funcionário num determinado dia, esses são dois fatores importantes que impactam no cálculo dos custos, portanto precisam ser contabilizados.

 

3 – Relatórios:

O ideal é abrir no dia sabendo o custo do dia anterior. Dessa forma, o gestor acaba criando o senso de rapidez para resolver pequenos problemas que acabam se tornando uma bola de neve se foram passando desapercebidamente.

 

 

3 – Administrar um restaurante é ter atitude de liderança

 

Para entender melhor a relação entre administrar um restaurante e liderar, listamos 5 atividades e 1 postura:

Primeira atividade: Construa, junto com sua equipe, um manual de boas práticas que deverá ser seguido por todos.

Segunda atividade: Considere reservar um percentual de horas dentre as trabalhadas semanalmente para oferecer treinamentos para sua equipe.

Terceira atividade: Separe 20 minutos, logo no início do expediente ou de um turno, para conversar com a equipe, repassar informações e alinhar procedimentos.

Quarta atividade: Reserve 10 minutos no final do dia para uma avaliação final do dia com toda a equipe.

Quinta atividade: Use esses momentos de conversa para repactuar valores e metas. A cultura do seu restaurante será construída e preservada por todos através de momentos assim.

Postura indispensável: Tenha carisma e esteja sempre preocupado com o exemplo. O poder do convencimento de um gestor-líder vem da postura de ser o primeiro a cumprir com as regras estabelecidas.

 

 

4 – Seus colaboradores precisam de segurança no trabalho

 

Dentro de um restaurante, alguns espaços costumam ser os mais lembrados na hora de tomar as precauções de segurança. A cozinha, por exemplo, por causa do fogo, do gás, de objetos cortantes etc.

Outros cuidados também são importantes para assegurar a segurança e o conforto de quem trabalha dentro de um restaurante. As regras de ergonomia são uma delas. Os profissionais que trabalham numa mesma posição durante horas, seja cortando alimentos ou cuidando do caixa, também precisam observar tais normas.

Administrar um restaurante é garantir a segurança e o conforto de quem colabora para o seu sucesso.

 

 

5 – Gestão de tributos e encargos

 

Administrar seu restaurante exigirá de você bastante atenção quanto às regras trabalhistas, além de outros tributos e encargos necessários:

Fique atento sobre estes 4 alertas:

1 – Independente do tamanho do seu restaurante, conte com uma consultoria contábil.

2 – As leis trabalhistas mudam com frequência. Portanto, esteja atento!

3 – Mantenha contato com seu sindicato para que ele lhe mantenha informado sobre todas essas burocracias.

4 – É importante fazer a gestão do cartão de ponto de cada funcionário, para acompanhar a prática das horas extras, que possuem valores diferenciados das horas contratuais.

 

 

6 – Operação mãos limpas, já ouviu falar?

 

Boa parte das intoxicações alimentares é causada por mãos sujas. Garanta a prática da higienização em seus funcionários. Isso pode ser feito por meio de lembretes ou até mesmo alarmes, que sirvam como alertas. Contaminação é coisa séria e pode resultar em multa ou até um processo, causando prejuízos para seu restaurante.

 

 

7 – Pergunte ao cliente. E o responda!

 

Feedback do cliente é um elemento essencial para administrar um restaurante e melhorar as práticas de gestão. O cliente poderá sinalizar o que está bom e o que pode melhorar dentro do estabelecimento, seja no atendimento como também nos produtos ou serviços oferecidos.

Contudo, tão importante quanto ouvir é saber responder. Essa resposta pode ser imediata, como um agradecimento por participar de uma pesquisa ou ao receber um elogio. Mas a melhor resposta possível é transformar o feedback em ações de melhoria. O cliente vai perceber e se tornará fiel. Cliente fidelizado consome mais e sempre e esse é um dos principais objetivos de quem quer acertar nas práticas para administrar bem um restaurante.

 

Conheça outras dicas para administrar melhor seu restaurante. Baixe agora mesmo nosso Kit Ferramentas Indispensáveis para Gestão de Restaurantes.

Comente esse post

Os comentários são de responsabilidade única dos autores